23 out Parto Pós-Parto

Fisioterapia Perineal – Preparando-se para o parto


Por Sandra Sisla, fisioterapeuta perineal e pós-parto

Você quer um parto normal?  Você sabe como preparar seu períneo?

Para que o parto normal vaginal aconteça de forma fisiológica natural é preciso saber que a posição verticalizada, a respiração, a movimentação, o apoio, a calma durante o trabalho de parto e a preparação do períneo fazem toda a diferença.

Muito se fala sobre os “traumas” causados por uma via vaginal e os procedimentos usuais como a episiotomia. Mas até que ponto esses traumas são reais e até que ponto é realmente necessária uma episiotomia? O que falam as evidencias científicas?

A episiotomia pode ser eletiva e não é um procedimento necessário em todos os partos. No Brasil ainda é um procedimento protocolar mas sabe-se por evidencias cientificas que a incidência de episio deveria estar por volta dos 15%. Outro mito é a incontinência urinária que também acomete mulheres da mesma forma independente do tipo de parto.

Mas sem episio como é que fica? E as lacerações e a elasticidade vaginal após o parto? É bem verdade que as lacerações podem ocorrer mas não na magnitude que se imagina e grande parte apenas a mucosa é comprometida sem a necessidade de sutura. O que dizer da episio que é por si só uma grande laceração? Também não se relatam os efeitos colaterais da episiotomia como cicatrizes dolorida, infecções e dores após o parto.

O períneo pode ser preparado para este evento! É preciso paciência e perseverança.

Na Africa em alguma tribos as mulheres espertas usavam cabaças de tamanhos variados para alongar o canal vaginal até próximos do diâmetro da cabeça do bebe. Desta experiência surgiu o EPI-NO, um aparelho que consiste numa bomba inflável que gradualmente alonga o canal vaginal auxiliando na flexibilização dos tecidos.
Para preparar para o parto os exercícios se iniciam três semanas antes da data provável de parto e alem da flexibilidade o aparelho permite a sensação da expulsão, auxiliando de forma substancial no momento do parto para que a mulher saiba exatamente como fazer a força, como respirar, como participar.

EPI-NO-1-300x225

A massagem perineal também é um bom recurso mas os relatos apontam que há uma certa dificuldade ao final da gestação pelo aumento da barriga.

O EPI-NO também é de grande auxilio para o fortalecimento da musculatura perineal após o parto, como exercício de resistência.

Atendimento individual para orientações e preparação do períneo com o uso do EPI-NO (aparelho que ajuda a gestante a alongar a abertura vaginal) e outros exercícios.

Fonte: Gestante Vida

Deixe seu comentário